terça-feira, 15 de setembro de 2009

A pia e os porcos...


Já há algum tempo que a inércia e o cansaço me impediam de escrever aqui neste lugar, e lugar é tão mais belo que sítio, devo dizer.
Ora bem... o que se passa é que as eleiçoes legislativas estão ai à porta. Provavelmente nem poderei votar e se votar é um voto para a hipotética confiança que tenho na democracia, e eu não tenho essa confiança, mas o voto não deixa de ser a única arma de que, pessoas civilizadas e sem influência em qualquer lobby, dispõem. Assim sendo, e caso tenha disponibilidade e paciência para erguer a minha arma democrática deparo-me com a seguinte pergunta : - Em quem devo votar, Sócrates ou Manuela ? ( Eu sei que há mais. )

Votaria em branco, enfim, mas caso achasse que o meu voto devesse ser útil, entraria num dilema profundo ao qual dificilmente encontraria o fio à meada. E por isso aqui vos deixo um conselho de uma pessoa sábia que vale o que vale:

Os politicos são como porcos e o poder como uma pia cheia de comida podre, troquem-se os porcos e os novos que virão, virão sedentos.

4 comentários:

Brown Eyes disse...

Valeu a pena estar tantos dias sem ler notícias tuas porque entraste em força. Concordo plenamente com a tua frase mas, infelizmente temos que optar pelo porco menos sedento e acredito que os porcos novos não sejam tão esfomeados. Ou acredito nisto ou me torno inactiva e deixo que os outros escolham por mim. Mas o passado, serve sempre como referência de atitudes que culminaram positivamente ou não, diz-me que antes eu apostar num político do que deixar que o povo Português aposte por mim.
Mas para aqueles que estão indecisos há um site que nos diz para que lado tendem as nossas ideias. Esse site compara as nossas respostas com os programas de todos os partidos. Quer possas ou não votar vai lá: http://www.bussolaeleitoral.pt/.
BJS

Gingerbread Girl disse...

Ah... eu não tou nadinha indecisa! Nadinha nadinha!

Se o destino do país dependesse do meu voto... seria forçada a analisar esta questão de uma forma mais aprofundada. Mas como não depende...


*

Brown Eyes disse...

Ginger olha que o destino deste país depende do nosso voto e mais que nunca temos que analisar isto profundamente.

meldevespas disse...

Sabes que mais? Estás coberto de razão!
por vezes até lamento da minha parte aquilo a que alguns poderão chamar falta de civismo, mas a verdade é que este circo todo das eleições é uma coisa que me dá uma certa pica, uma pica de voiyer e mai nada! Voto sempre, certinho e direitinho, afinal de contas é o meu dever civico (cof cof cof) e disso n fujo, mas daí a VIVER dilemas vai um longo caminho que não vou trilhar.
Beijo