quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

...mas tá-se bem.


No Porto uma professora foi ameaçada com uma pistola (de plástico) com a finalidade de dar boas notas aos alunos.Alunos esses que já foram desculpados porque ao que parece tanto eles como a professora gostam é de ramboia.Eles só estavam a brincar,que gente maldosa esta que nos rodeia e que não anda a apontar pistolas às cabeças das pessoas.
Nota alta,isso sim,para o sentido de humor que muito por culpa da geografia ficou um bocado aquém.Giro,giro era terem feito isto nos USA.É toda uma intensidade dramática que no velho continente simplesmente não existe,e que bem que assim se está.

4 comentários:

Gingerbread Girl disse...

Meu caro RIP, não sejas ingénuo... isto nos EUA era com uma pistola a sério e a história acabaria com os miolos da professora a escorrer pela parede... ^^

Pistolitas de plástico... gimme a break... :coffee:

Gingerbread Girl disse...

Mais uma coisa... :think:
Como é que há sempre um marmelo qualquer que filma estas cenas?? =|

Ou melhor... quantas cenas fantásticas destas ficarão por filmar?? ^^

Paulo disse...

Pois é, concordo com a GG...
Não há ameaça a professora de escola que se compare às feitas nos EUA.
Aquilo dava logo em massacre de professores e vítimas abatidas pela escola toda e, passados 2 anos, uma adaptação ao cinema feita por um qualquer realizador de 5ª categoria.

Brown Eyes disse...

Diferença entre ameaça e concretização é a que existe entre Portugueses e Americanos. Nós, por cá, só ameaçamos mesmos os mais fracos porque, como diz o ditado, "Quem tem cu tem medo" e cu temos nós. Perdemos muita coisa nos últimos anos: valores, respeito, educação mas, não perdemos o cu. Esse continua bem agarrado a nós. A política que existe é a de preservar o cu o que facilita a vidinha dos que vivem do pisa povo ou será dos pisa papeis? Bem até a mim já baralharam.